ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}



novo
  • BUSCA
    ou data
  • BUSCA
    na categoria
  • BUSCA
  • BUSCA
    do tipo

NOTÍCIAS













XAXIM

Servidores de Xaxim param seus trabalhos para reivindicar direitos
Entre as reivindicações estão as pendências de reposição salarial de 2017 e 2018


Por Renan Cesar Ribas
Em 02/07/2018 - 10h22

Entre as reivindicações estão as pendências de reposição salarial de 2017 e 2018

Xaxim- Nesta segunda-feira (2) acontece em frente da prefeitura de Xaxim greve dos servidores municipais.

O movimento tem o objetivo de lutar em defesa dos pontos pendentes da data-base 2017 e 2018.

Reivindicações da categoria data-base 2018:

1- Reajuste de 6,81% para todos os servidores;

2- Acréscimo na Regência de Classe aos professores de 2% retroativo a fevereiro/2018;

3- Progressão por Curso e Assiduidade aos professores de 2% retroativo a março/2018;

4- Progressão por Mérito dos servidores de 1% referente a 2018.

Reivindicações pendentes data-base 2017:

1- Resíduo de reposição de 3,47% referente a data-base maio/16 devido aos servidores;

2- Resíduo de reajuste de 4,47% referente a data-base maio/16 devido aos professores;

3- Progressão por Mérito dos servidores de 1% referente a 2017;

4- Acréscimo de 2% a Regência de Classe dos professores referente a fevereiro/2017;

5- Progressão por Cursos e Assiduidade de 2% dos professores referente a março de 2017;

6- Cumprimento da Lei nº 168/2015 que regulamentou aumento de vencimento para os cargos integrantes da equipe de Enfermagem;

7- Pagamento do reajuste aos professores de 7,64% referente ao Piso Nacional do Magistério em 2017;

8- Reposição Salarial aos servidores de 3,99% referente a maio/2017.

Segundo a presidenta do SITESPM-CHR Vania Barcellos, o prefeito Lírio Dagort (PSD), mantém sua postura intransigente de não negociar com o Sindicato, pois encaminhou à Câmara de Vereadores uma reposição de 2,53% referente aos meses do seu mandato, 1º de janeiro de 2017 a 30 de março de 2018, o que não satisfaz a categoria.

Como a dívida do município relativa as datas-base 2017-2018 se mantém, o prefeito não deixou outra alternativa aos servidores a não ser a mobilização em forma de greve que inicia no dia 02 de julho em frente a prefeitura.

Vania complementa dizendo estar preocupada com o futuro do município de Xaxim, já que a dívida do Governo Lírio Dagort (PSD) aumenta ano após ano e o Sindicato cobrará na Justiça tudo o que é direito dos servidores, desta forma, um dia esta conta baterá à porta do município e terá que ser paga independente de quem seja o prefeito. Mas, segundo Vania, o prefeito Lírio Dagort (PSD) não parece se preocupar com isso e deixa uma grande dívida para seu sucessor.


Fonte: SITESPM-CHR




SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA MAIS




© - Ideia Good - Soluções para Internet